ANCESTRALIDADE QUE ENSINA

Hoje somos a herança de nossos ancestrais, amanhã seremos os ancestrais de nossa herança.

Por: Daniela Kiiota | Escola na Minha Casa

Alunos dos 5ºs anos A e F da escola EMEIEF Messias Gonçalves da Silva

O resgate da essência familiar, suas origens, histórias e legados, tornou-se o propósito central do projeto, identificando, respeitando e valorizando o “eu” singular que existe dentro de cada cidadão e, de seu pertencimento nos movimentos históricos do passado, presente e futuro, desenvolvido pelos alunos dos 5ºs anos A e F da escola EMEIEF Messias Gonçalves da Silva.

A ideia surgiu de uma reflexão sobre as descobertas ancestrais da professora Aparecida de Fatima Moura Benite, juntamente com o coordenador, José Nilton Gracênio da Silva, enquanto buscava a dupla cidadania. Essa luz acendeu o projeto de forma rápida, impulsionada pelo fascínio dos alunos, muitos dos quais desconheciam até mesmo os nomes de seus avós e/ou pais.

O projeto se desdobrou em etapas, começando pela exploração do número de ancestrais que possuímos, a reflexão sobre identidade e diferenças físicas, culminando na criação de caricaturas. Foi dada ênfase à importância dos sobrenomes, suas singularidades e origens no contexto histórico da colonização.

Com a coleta de informações, os alunos compartilharam suas descobertas, construíram suas árvores genealógicas e elaboraram tabulações e gráficos dos sobrenomes mais comuns no Brasil. A etapa final envolveu uma autoavaliação dos alunos.

A professora destaca que as expectativas foram superadas, uma vez que o envolvimento se estendeu a toda a família, buscando informações sobre bisavós, avós e pais. O uso de diferentes fontes, como documentos familiares, fotos, cartas e a internet, enriqueceu a pesquisa. "Definitivamente, os alunos, foram autores de suas aprendizagens e, com certeza se reconheceram e se aceitaram nesse processo evolutivo, com maior respeito e valorização humana pelas diferenças"- satisfeita com o resultado, destaca a professora Aparecida de Fatima.

O projeto, realizado de agosto a dezembro de 2023, integrou diversas disciplinas, promovendo a interdisciplinaridade em sala de aula. Essa abordagem estimulou habilidades de pensamento crítico nos alunos, incentivando-os a considerar diferentes perspectivas.

João Nilton Gracênio da Silva, o coordenador, ressalta que o interesse das crianças e de suas famílias pode levar essas descobertas para além dos muros da escola, proporcionando continuidade ao aprendizado.

© 2023 por Planneta Educação