Quando os pais cometem erros: veja 5 dicas de como agir

Ainda que a gente tente evitar, estamos sujeitos a praticar erros e assumi-los para os filhos é uma ótima maneira de fortalecer a relação

Por: Canguru News  

Carinhos e palavras afetuosas ajudam a recuperar a confiança e o vínculo com o filho

Por mais bem intencionados e informados que sejam, mães e pais cometem erros – e não há nada de mal nisso. Todos nós já fizemos coisas das quais não nos orgulhamos ou que gostaríamos de poder desfazer. Mas é importante ter em mente que cometer falhas faz parte do dia a dia – da vida! – e o principal é ter a consciência de reconhecê-las e adotar uma postura de humildade e responsabilidade no processo de reparação. Assumir os erros e falar abertamente sobre eles é um desafio e tanto, mas podemos adotar medidas que incluam o pedido de desculpas, ajudando assim a resgatar a confiança das crianças bem como o vínculo com elas.

A terapeuta ocupacional e orientadora parental Mariana Lacerda lembra que as crianças não precisam de pais perfeitos, e sim, de pais humanos. Pedir desculpas ao filho não diminui a autoridade dos pais, pelo contrário, demonstra maturidade emocional. “É uma busca, um exercício diário, uma filosofia de vida, consciência e afeto. Mas não é perfeição”, escreveu ela em post sobre o assunto em rede social.

A seguir, veja cinco formas de agir quando cometemos um erro com os filhos, praticando o caminho de respeito, de forma acolhedora e humana, conforme sugere a orientadora parental.

Assuma o seu erro

Não tenha medo de dizer que você errou. Somos humanos, vamos errar sim com os nossos filhos, e é um aprendizado para eles verem seus pais assumindo os próprios erros. Isso não nos diminui, pelo contrário, nos engrandece diante deles, pois passam a nos ver verdadeiramente como somos e não como se estivéssemos num pedestal, perfeitos e distantes da humanidade deles.

Peça desculpas

Ensinamos às crianças a pedir desculpas quando erram, mas, esquecemos que a principal maneira pela qual elas aprendem é através dos nossos exemplos. Enquanto a criança te escuta dizer “sinto muito”, ela percebe que quando ela errar, tudo bem admitir o erro, não precisa ter vergonha de pedir desculpas, pois isso é o que deve acontecer em relacionamentos saudáveis.

Diga como você quer agir da próxima vez

Erros são oportunidades de aprendizado, podemos focar em soluções para o nosso desafio. Vale a pena compartilhar com a criança que da próxima vez desejamos agir com mais paciência, mais respeito ou mais gentileza. Vale a pena dizer que embora não tenhamos agido com respeito é esse o caminho que queremos seguir.

Faça reparações

Os nossos erros do dia a dia com os nossos filhos provocam uma espécie de rompimento entre nós e eles. No entanto atos de reparação como por exemplo, carinhos físicos, palavras afetuosas, brincar junto e comunicação respeitosa, são capazes de amenizar o impacto desses rompimentos, pois atuam na recuperação da confiança e da conexão entre pais e filhos.

Valorize seus acertos

Tenho certeza de que você já acertou muito no seu relacionamento com o seu filho e imagino o quanto você já evoluiu e já modificou seus padrões de comportamentos que te faziam desrespeitar o seu filho com muito mais frequência. Anote, liste, escreva as suas vitórias, os seus acertos, as suas conquistas. Lembre-se que você faz o melhor que você pode e que você é suficientemente boa ou bom.

© 2023 por Planneta Educação